revirando o baú

Os Delírios de Consumo de Becky Bloom

19/07/2017

Título: Os Delírios de Consumo de Becky Bloom / Título Original: Confessions of a Shopaholic / Autora: Sophie Kinsella / Editora: Record / Páginas: 426 / Ano: 2001 / Comprar: Amazon.

Sinopse: "Rebecca Bloom é uma garota londrina com um péssimo hábito. É uma consumidora compulsiva. Apesar de ser uma jornalista especializada em mercado financeiro, não consegue controlar as próprias finanças. Endividada até a alma, vive fugindo do seu gerente de banco e procurando fórmulas mirabolantes para pagar a fatura do cartão de crédito. E ainda encontra tempo para se apaixonar. Um romance muito divertido que faz um retrato de quase todas as mulheres que conhecemos."


A trama: Os Delírios de Consumo de Becky Bloom retrata a vida da jovem Rebecca, uma jornalista financeira, divertida, sonhadora e endividada! Isso mesmo, pois, por ironia do destino, mesmo produzindo artigos para um jornal sobre economia, Becky  é consumidora compulsiva que não consegue nem organizar sua vida quem dirá suas faturas de cartões de crédito  acumuladas.


Mora em Fulham, divide um apartamento com a melhor amiga Suze, que por seu lado possui primos estranhos, ótimas habilidades para trabalhos artesanais e é tão apaixonada por compras quanto a Becky, porém, um pouquinho mais controlada.


Ah! Tem o Luke Brandon, bilionário, cara fechada e vive olhando a Becky diferente, mas, será que ele gosta dela? Ou está apenas duvidando da sua capacidade no mundo das finanças e das suas mentirinhas básicas? Saberemos!


No início da história, estava bem arrependida de ter assistido o filme antes (o assisti umas dez vezes) porque o enredo é bem diferente, mas, após algumas páginas, fiquei presa ao livro, tanto é que terminei a leitura rapidinho durante viagem a São Paulo.



Personagem principal: Ao longo dos anos vamos nos deparando com várias histórias, ambientes e personagens. Nesse caminho, há aqueles que nos identificamos de modo mais profundo.

Foi assim que aconteceu com Rebecca Bloom. Cada capítulo me identificava mais ainda com a personagem, seja por suas ideias mirabolantes para resolver os problemas, ou  pela cabecinha  cheia de sonhos, única coisa que não me convêm são as dívidas intermináveis, juro que cuido direitinho da minha parte financeira, mas, admito, tenho um lado Shopaholic (compradora compulsiva) também!

Só fiquei assustada com a capacidade da personagem em contar mentiras tão rapidamente. Nesse livro, tia Ermitrudes morreu umas três vezes (entendedores entenderão).



Personagem secundário: É uma história em que todos os personagens são bem construídos, mas, por sofrer resquícios do filme, senti falta de ter explorado mais sobre o Luke Brandon (no filme ele é bem presente). Entretanto, como não li os outros livros, tenho ainda esperanças que isso seja mudado ao longo das histórias.


Quotes: “Aquele momento. Aquele momento em que seus dedos se enroscam nas alças de uma sacola brilhante, sem nenhum vinco — e todas as coisas novas e lindas dentro dela passam a ser suas. Como é? É como passar fome durante dias, depois encher a boca de torrada com manteiga quentinha. É como acordar e perceber que é fim de semana. É como os melhores momentos do sexo. A minha mente bloqueia qualquer outro pensamento. É um prazer puro, egoísta.”


“Deus, adoro roupas novas. Se todo mundo pudesse só usar roupas novas, todos os dias, acho que depressão deixaria de existir.”


"Não importa se chover ou fizer sol, nós todos sabemos que você estará bem" — canta a vozinha do cartão. — "Levante a cabeça, mantenha-a elevada, o que importa é que você tenta."



A autora: “Sophie Kinsella é escritora e ex-jornalista de economia, com especialização na área financeira. Dela, a Editora Record publicou O segredo de Emma Corrigan, Lembra de mim?, Samantha Sweet, executiva do lar, Menina de vinte, além da série sobre a irresistível consumista Becky Bloom: Os delírios de consumo de Becky Bloom, Becky Bloom: Delírios de consumo na 5a Avenida, As listas de casamento de Becky Bloom, A irmã de Becky Bloom e O chá de bebê de Becky Bloom.”


Não conhecia a escrita da autora Sophie Kinsella, que me surpreendeu bastante, seus livros são típicos Chick-Lits (romances leves, divertidos e charmosos). O que faz você engatar na história rapidamente, se apegar aos personagens e desejar ler os próximos livros rapidinho.


Já estou ansiosa para ler o restante da série, intitulada “Shopaholic”, ao todo são oito livros em que você pode encontrar clicando aqui Ó.


P.s: Comprei essa versão que estava na promoção durante a Feira do Livro de Brasília, mas, possuo sério problemas com capas que são os Posters do filme. Alguém mais tem essa implicância? rsrs


Espero que tenham gostado!


Xoxo

Comentários
3 Comentários

3 comentários :

  1. Fiquei com vontade de ler o livro depois do seu post, mas já assisti o filme e odeio ver antes de ler, eu fico comparando e achando defeito em um ou outro.
    Quanto as capas, no geral eu prefiro quando elas são o poster do filme, na minha opinião elas são mais bonitas do que as originais em pelo menos 90% das vezes.
    www.lagrimasdediamante.com.br

    ResponderExcluir
  2. Que bom que gostou do post, Luisa <3
    Espero que também goste do livro!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir