revirando o baú

Série The House of Night: Marcada

12/11/2016

Sabe aquele livro que te dá uma sensação de nostalgia?
Então, o livro Marcada da série House of Night é um deles. Conheci a série em 2009, lendo os primeiros setes livros em uma semana (acredite, acabei devorando todos). Todavia, passando alguns anos, me despertou o desejo de ler todos novamente, além disso, preciso terminar os outros, já que atualmente a série conta com 12 livros e 6 Spin-offs publicados. 

Na época li a versão digital, mas agora resolvi comprar a versão física e assim montar a coleção completa. Então, confiram abaixo a resenha do primeiro livro da série:

Título: Marcada
Autor: P.C. Cast e Kristin Cast
Editora: Novo Século
Páginas: 327
Ano: 2009
ISBN: ISBN-13:  9788576792291
Saiba mais: Skoob

Sinopse:"Em The House of Night você vai conhecer um mundo parecido com o nosso, exceto pelo fato de que nele os vampiros sempre existiram e convivem tranquilamente com as pessoas normais. No primeiro volume, Marcada, Zoey, uma garota de 16 anos, acaba de receber uma marca que vai transformar a sua vida por completo. Zoey terá que se afastar de seus amigos e de tudo aquilo que fazia parte da sua vida até então. A menina vai se transformar em vampira e usufruir de poderes que ela nem imaginava possuir. Mas para isso ela precisa suportar o difícil período de transformação, caso contrário morrerá."


O livro retrata a vida de Zoey Redbird, que durante o seu Ensino Médio, tem toda sua vida mudada quando é marcada por um rastreador vampiro.

O símbolo da lua colocando em sua testa, dita que Zoey não pertence mais aquele mundo, e sim que é necessário ir para a Morada da Noite, uma escola para vampiros, na qual os novatos precisam aprender a como ser um, passar por várias mudanças e torcer para que o seu corpo não a rejeite. 


Tornar uma vampira para Zoey nem seria tão ruim assim, já que sua vida não estava nada animadora, aonde seu namorado (ou seria ex?), sua mãe e seu padastro não a compreendia. Então, ingressar na Morada da Noite, não era somente um novo lugar, era também ter a chance de começar uma nova vida. Longe de toda a bagunça e tristeza que vivia.

Todavia, nem tudo são flores, pois Zoey não era como os outros, já que sua marca com o contorno da lua em sua testa, ao tornar-se rapidamente preenchida,indicava que a deusa Nyx (deusa dos vampiros) tinha algum plano especial para ela, mas nem ela sabia o porquê, algo que intrigava sua tutora Neferet e a líder das filhas das trevas, Aphrodite, que faria de tudo para derruba-la.


Confesso que no começo achei o livro bastante monótono (admito, é bem chato), mas aos poucos, as autoras (P.C. Cast e Kristin Cast) vão conseguindo desenvolver a historia e os personagens, principalmente quando elas trazem um universo vampírico totalmente diferente dos clichês que vemos por aí, aonde é permeado por riquezas culturais, seja sobre a deusa Nyx, sobre o povo Cherokee (tribo indígena que Zoey é descendente) e pelas conjunturas e elementos que cada vampiro é designado depois da sua transformação completa.

Na época que li Marcada pela primeira vez, tinha envolta toda aquela comparação com a Saga Crepúsculo, mas ao poucos percebi que The House of Night apresenta um mundo totalmente diferente e que me deixou envolvida do começo ao fim, apesar que a série sofre algumas dicotomias, pois há muitas pessoas que a acham um pouco chata, além do fato de houver tantos livros. Entretanto, sou uma pessoa que preza mais pela qualidade do que a quantidade, então esses inúmeros livros não me incomodam, desde que sejam bem construídos.

"Merry meet, merry part e merry meet outra vez."


O segundo volume da série se chama "Traída". Então,  assim que terminar a leitura dele, faço resenha por aqui!


Como o livro tem capa espalhada, fica difícil fotografa-lo por inteiro, então resolvi fazer um teaser mostrando mais um pouquinho sobre ele. Confiram: 



Xoxo
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário