revirando o baú

Como eu era antes de você...

12/02/2016

"Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro. Como eu era antes de você é uma história de amor e uma história de família, mas acima de tudo é uma história sobre a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado."


Bem, confesso que ainda não me recuperei ainda desse livro (juro que não darei spoiler). Conheci o trabalho de Jojo Moyes recentemente, e fico feliz que eu tenha começado por esse livro em especial, gostei muito da forma como a história se desenvolve e também pelos momentos em que é apresentando narrativas de outros personagens mostrando assim sua visão da história, mas senti falta da narrativa do Will assim eu(nós) compreenderíamos melhor suas decisões e tiraríamos tal peso do coração.


"Ser atirada para dentro de uma vida totalmente diferente — ou, pelo menos, jogada com tanta força na vida de outra pessoa a ponto de parecer bater com a cara na janela dela — obriga a repensar sua ideia a respeito de quem você é. Ou sobre como os outros o veem."

Eu particularmente sempre tive apresso e receio por livros que de certa forma lê e dilacera nossa alma (sim, estou exagerando, mas chorei horrores com esse livro, então acredite, é só um desabafo),talvez eu tenha lido o livro em um momento em que eu estava sensível demais, mas isso não foi algo ruim já que por mais que a realidade do mesmo fosse diferente da minha, ainda assim fala de uma forma singela do amor, lembrando que isso não paira somente em um casal, e sim naquele amor que cultivamos ao outro em diferentes "posições" que eles ocupam em nossa vida, e isso me faz gostar mais do livro ainda (precisava dessa verdade).


"Seu corpo era apenas uma parte do pacote completo, algo para se lidar de vez em quando, em intervalos, antes de voltarmos a conversar. Para mim, tinha se tornado a parte menos interessante dele. "

Se tratando de Louisa você percebe o quanto a mesma é forte, mesmo que ela não saiba, até você a princípio não acredita nisso, porém com o desenrolar da história e ao vê-la se esforçando ao máximo para dar nem que seja o mínimo de animo para o Will você percebe que há muito dela em você (aqui você pode retirar o estilo bem excêntrico dela de se vestir se quiser rsrs). 

É uma verdade quase inquestionável o peso que temos ao adentrar na vida de uma pessoa, e o livro retrata muito bem isso, sempre tive essa percepção que quando eu entro na vida de alguém é quase como um furacão (no bom sentido,tá?) entretanto, nem sempre as coisas são como planejamos, podemos mudar sim um pouco do outro, mas não o suficiente, então compreendo perfeitamente o que Louisa Clark sentiu, toda a frustração e o receio que ela passou com o Will e também com seus familiares, tanto com os pais dele, assim com os dela, como se ela tivesse que se embasar em uma prepotência e ser boa o suficiente para mudar toda a situação, mas gosto também de como o livro retrata os momentos felizes, como que cada gesto por mais simples que seja pode estar completamente carregado de significados tanto para te persuadir algo bom, como também para te fazer refletir (meio que olhar a vida com outros olhos).

E foi assim, com um livro que eu não tinha nada em mente sobre o que pensar, que foi que ganhei mais um para colocar na minha lista de livros para guardar na alma.

Lembrando que em meados de Junho terá estreia da adaptação do mesmo para o cinema (já tem o trailer oficial, só clicar aqui ó ).

Editora: Intrínseca
Ano: 2013
Páginas: 320
-Versão digital no Play Store por R$ 17,90-

Não sei o real motivo,mas quando estava lendo o livro essa música da Mallu sempre me vinha na memória:



Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário